35 3241 5950
banner topo laticinios

Leite

Crescimento contínuo na produção

dep leite 01Alguns itens da linha de produtos lácteos.O trabalho de lideranças rurais em busca da otimização da produção leiteira resume a atividade da cooperativa desde a fundação. A maioria das unidades e departamentos foram surgindo da necessidade da pecuária de leite e das soluções encontradas pela cooperativa garantir mercado e renda para os produtores.

Na década de 70, surgiu a produção de Leite B, inicialmente com cinco estábulos de Leite B. A melhor remuneração trouxe, logo depois, a adesão de mais nove produtores. Além desses fatores, houve a implantação da Central de Inseminação Artificial do Ministério da Agricultura, que tornou São Gonçalo conhecida nacionalmente, e a implantação da Central Regional de Vacinação – o GERFAMIG (que depois passou a IMA), conquistas que beneficiam até hoje a classe rural.

A Usina de Recepção de Leite sempre foi um sonho dos cooperados, construída já no final da década de 80. Funcionou primeiramente com a recepção do leite, que era apenas resfriado na usina, uma vez que todo o leite era entregue na Vigor.

Aí iniciou a produção dos primeiros derivados como a manteiga e o doce de leite.

A partir dos anos 90, a Cooperativa passou de Recepção à Usina de Beneficiamento do Leite, comercializando com outras indústrias e também direto ao consumidor. A área do Laticínios foi triplicada, reformulada e implantou-se novas linhas de produção.

A Coopervass implantou Plano de Qualidade, passando a bonificar o produtor pela qualidade do leite. A área de fabricação de produtos lácteos foi ampliada e deu-se o início à coleta granelizada de leite, totalmente completada em 2000. O Programa de Revitalização das Cooperativas proporcionou a aquisição de tanques de expansão e de coleta a produtores e transportadores.

 

Galeria de fotos

View the embedded image gallery online at:
http://coopervass.com.br/departamentos/leite#sigProIdc67127024c